quinta-feira, fevereiro 16, 2017

Umas no cravo e outras na ferradura




 Jumento do Dia

   
António Domingues, banqueiro reformado

Se ontem começava a ser óbvio que a mão atrás do arbusto que manipulava a situação para tramar Centeno era a de António Domingues, hoje isso é quase assumido pela notícia do Expresso. É óbvio que Lobo Xavier é o executor de uma estratégia de rasteirar Centeno, não havendo nada a criticar começa-se por forçar Centeno a fazer declarações sabendo-se do que consta em documentos e em SMS.

Hoje é mais do que óbvio que os deputados da direita, precisamente aqueles que promoveram uma decisão parlamentar para derrubar Domingues, têm contado com acesso a informação de dentro para tramarem Centeno. Começa a ser óbvio que Centeno paga muito caro o ressabiamento do ex-candidato a presidente da CGD e que o país anda a perder demasiado tempo com pequenas vinganças pessoais de gente que por causa de uma treta de uma declaração a quem ninguém liga decidiu fazer vergar o país.

Ainda bem que Domingues se demitiu, seria muito feio se daqui a uns anos o Lobo Xavier fosse para as televisões tornar públicos todos os segredos da CGD, em episódios semanais. Se um amigo tem acesso a SMS de um ministro enviados para o seu telemóvel e esses SMS são usados da forma manhosa a que temos assistido, é evidente que essa pessoa não tinha condições para gerir a CGD.

Pela primeira vez na política portuguesa alguém usou mensagens pessoais sem autorização para promover uma vingança pessoal, montando armadilhas a um governante que julgou que podia confiar nessa pessoa. Bateu-se no grau mais baixo, independentemente das consequências política há alguém que vai carregar com esta nódoa, nunca se viu ir tão baixo na falta de lealdade e de escrúpulos.

O criminologistas costumam dizer que as mulheres matam de forma diferente da dos homens, que o fazem, por exemplo, com recurso ao veneno. É mais ou menos assim, desta forma muito feminina, que alguém quer matar politicamente Mário Centeno.

«O conselheiro de Estado António Lobo Xavier, amigo de António Domingues, deu a conhecer o conteúdo das mensagens ao Presidente. Marcelo ter-se-á sentido traído, diz o “DN”, o que explica em parte o tom do comunicado desta semana em que justifica a manutenção do ministro das Finanças “atendendo ao estrito interesse nacional em termos de estabilidade financeira”» [Expresso]

 Dúvidas que atormentam

Como é que o Lobo Xavier teve acesso aos documentos das conversas entre Domingues e Centeno? Quem lhe disse o que constava nos SMS? Porque motivo o Lobo Xavier vai dando as dicas uma de cada vez? Quem é que tem acesso aos SMS de Domingues e quer tramar o Centeno? Deixem-me adivinhar...

 Ainda que mal pergunte

Os SMS e outras comunicações feitas por Passos Coelho e os membros do seu governo estão registadas e guardadas nalgum arquivo?

 É estranho

Depois de o governo anunciar o novo apeadeiro de Sacavém era de esperar que Rui Moreira viesse exigir um novo Aeroporto, talvez em Leixões ou em Gaia.

      
 Ao mau cagador até as calças empatam
   
«O Bloco de Esquerda considera que os dados que apontam para que o défice português em 2016 fique nos 2,1% resultam de "uma política contraproducente". "Isto significa que estamos 0,9 pontos percentuais abaixo do que era exigido para cumprir as metas. São 1,664 mil milhões de euros, numa altura em que o investimento público é tão necessário", criticou a deputada Mariana Mortágua.

As palavras da deputada bloquista surgiram minutos depois de Mário Centeno ter anunciado, durante a sua audição na Comissão de Orçamento e Finanças, que o défice em 2016 "não será superior a 2,1%". Uma informação que Mortágua defendeu não poder "compreender como uma boa notícia".» [Expresso]
   
Parecer:

Já que fala com ares de quem sabe que o défice estava planeado é uma pena que a deputada não se tenha lembrado disso uns meses antes.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
 Marcelo ainda não percebeu
   
«O Presidente da República considerou hoje que Governo e oposição devem ficar felizes com a boa notícia de que o défice de 2016 não será superior a 2,1% do PIB, assumindo que perdeu uma discussão com o primeiro-ministro.

No final da visita à OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal, em Alverca, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado pelos jornalistas sobre a garantia feita hoje no parlamento pelo ministro das Finanças, Mário Centeno, de que o défice orçamental de 2016 não será superior a 2,1% do Produto Interno Bruto (PIB).» [DN]
   
Parecer:

Só Marcelo é que não percebeu ou faz de conta que não percebeu que o que Passos Coelho mais deseja é um segundo resgate
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Explique ao Sr. Presidente como se fosse uma criança de 4 anos que o D. Sebastião de Passos é a Troika e não o Centeno.»

 Aeroporto Mário Soares
   
«O Presidente da República sugeriu hoje que o aeroporto complementar de Lisboa, que poderá localizar-se no Montijo, seja batizado com o nome de Mário Soares, em homenagem ao ex-chefe de Estado falecido a 7 de janeiro.

"Se é possível ao Presidente da República fazer alguma sugestão, ela é de que essa nova realidade mereça o nome de Mário Soares, homenagem justa a quem serviu o país", salientou Marcelo Rebelo de Sousa no decorrer de uma visita à OGMA - Indústria Aeronáutica de Portugal, em Alverca.» [DN]
   
Parecer:

A ideia pode parecer boa, mas parece que quando Sá carneiro dá nome ao aeroporto do Porto não ficaria muito bem dar o nome de Mário Soares ao apeadeiro de Sacavém.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pense-se melhor»

 Nem mesmo o famoso Guarda Abel?
   
«Nem guarda-costas, nem segurança privada. Jorge Nuno Pinto da Costa garantiu nesta quarta-feira em tribunal que nunca teve nenhum contacto com a empresa SPDE para lá do âmbito do contrato que esta tinha com o FC Porto. A única excepção era a vigilância a uma casa de família, na zona de Cedofeita, para a qual o presidente do clube portuense solicitou os serviços da mesma firma, num acordo que devia ser pago conjuntamente com os seus irmãos.» [Público]
   
Parecer:

Pinto da Costa no seu melhor.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»

blog comments powered by Disqus