domingo, fevereiro 01, 2015

Semanada

Talvez por causa da adiantada idade com sinais óbvios de degradação ou porque se apercebe de que o fim da sua carreira serviu para evidenciar a pobreza política da personagem, Cavaco respondeu à situação difícil com que foi confrontado a propósito das declarações de Ricardo Salgado franzindo a cara e fazendo caretas, mais parecendo que estava enchendo as vias respiratórias com bolo-rei azedo. Mais uma vez Cavaco defendeu-se dizendo que se tinha limitado a dizer o que ouviu como se a Presidência da República fosse a gaiola dos papagaios do Jardim Zoológico. 
  
Depois da revelação das reuniões com os governantes e presidente feita por Ricardo Salgado muita gente deverá ter percebido o aviso, está na hora de a cada um assumir as suas responsabilidades no caso BES, não vá o ex-presidente do BES ter feito mais reuniões do que disse e gravado todas as conversas. A estratégia de toda a gente tem sido atribuir todas as culpas a Ricardo Salgado e este fez um aviso sério aos que andam a mentir e a omitir sobre o seu papel em todo o processo.
   
Ferreira Fernandes chamou Marques Mendes por uma nova alcunha, o energúmerno condensado. Poderia ser também o petit aldrabão, o cobarde enfezado, o meio-bilhete de Passos Coelho, o papagaio governamental, o cobarde zipado. Na hora do desprezo Marques Mendes é mesmo uma personagem muito criativa.
  
Há uma expressão para caracterizar a reacção de gente como Cavaco Silva, Passos Coelho e Paulo Portas, estão à rasca, receiam que surjam soluções que recusaram e fique evidente para todos os portugueses que uma boa parte dos sacrifícios que foram obrigados a suportar não passou de uma experiência ideológica concebida por gente sem grandes aptidões intelectuais.

Cavaco condecorou uma lista imensa de fadistas. Carlos do Carmo teve sorte, não entrou para a galeria dos condecorados pro Cavaco. Isto de receber uma condecoração do ainda e desgraçadamente presidente é mais ou menos a mesma coisa que comer uma fatia de um bolo-rei e perder um dente por se dar uma dentada num brinde. Com Cavaco as condecorações tornaram-se numa rifa do bar do PSD.
  
O juiz Carlos Alexandre, aquele rapaz pobrezinho que subiu na vida e agora se faz fotografar em poses  napoleónicas fez saber que para ele a prisão preventiva de Sócrates ainda era pouco. Deus nos livre desta gente porque um dia destes ainda se lembram de propor que em vez de prisão preventivas os detidos que eles detestam vão directamente opara a fogueira.
  

blog comments powered by Disqus