sexta-feira, abril 25, 2014

O 24 de Abril de Marcelo e o 25 de Abril de Passos Coelho

 photo Zeca1_zps50ee6ca7.jpg
  
No dia 24 de Abril de 1974 governava a direita contra a vontade do povo sendo Marcelo Caetano o primeiro-ministro, hoje é também a direita que governa, desta vez contra o povo e o primeiro-ministro é um rapazola chamado Passos Coelho.  Em 1974 Portugal sofria de uma profunda crise económica em consequência do choque petrolífero que teve como consequência uma perda acentuada de competitividade e um aumento da factura do petróleo e o consequente agravamento do desequilíbrio da Balança comercial. Em 2015 o país sofre as consequências de uma crise financeira mundial e dos desequilíbrios resultantes de uma união monetária anárquica, sem regras e sem qualquer regulação.

O que difere a direita daquele tempo desta direita?
  
Em 1974 a direita fazia eleições que eram uma farsa e impunha uma ditadura para governar sem ter de respeitar a opinião do povo e para manter a ditadura contava com a ameaça de uma polícia política. Em 2015 Passos Coelho ganhou as eleições fazendo uma farsa e chegado ao poder está-se lixando para eleições governando sabendo que o está fazendo contra a vontade do povo e impõe o seu programa com recurso às ameaças da Troika.
  
Em 1974 havia censura porque os jornalistas queriam dizer a verdade, os portugueses procuravam no meio da informação sem interesse a mensagem codificada dos jornalistas que lutavam contra o regime. Em 2015 não há censura e os portugueses tentam encontrar no meio da mentira o bocadinho de verdade com que jornalistas apoiantes do poder tentam ludibriar quem os lê ou os ouve.
  
Em 1974 Marcelo Caetano procurava o apoio do povo à direita recorrendo a conversas de família onde à sua maneira tentava dizer o que pensava. Emn 2015 Passos Coelho dá entrevistas a pequenos sabujos sempre que receia uma queda acentuada nas sondagens e em seu apoio conta com várias conversas em família semanais onde personagens do seu partido tenta denegrir a oposição.
  
Em 1974 o governo era chefiado por um afilhado de Salazar e apoiado em ministros com elevada formação académica e era apoiado por um almirante banana em Belém. Em 2015 o país é governado por um afilhado de Ângelo Correia, tem gente que tirou cursos sem terem feito e um exame e é apoiado em Belém por um senhor de que a história dirá que subiu a um coqueiro.
  
Em 1974 havia aquilo a que alguns chamaram de primavera marcelista, em 2015 com Passos Coelho o país vive um inverno da democracia.
 
 
blog comments powered by Disqus