domingo, abril 13, 2014

Umas no cravo e outras na ferradura


 
   Foto Jumento
 

 photo _Alfama_zpsc5cc3f1e.jpg
     
Alfama, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Paulo Portas, o insubmergível submarino político

Paulo Portas quer emancipar-se da troika que este governo tanto amou, e o que propõe? A transformação dos partidos numa ANP e o corporativismo nas relações entre patrões e empregados. Mais um pouco ainda conclui que o que dava mesmo jeito era uma policiazinha para dar umas palmatoadas em quem se portasse mal.

«O vice-primeiro-ministro, Paulo Portas, afirmou hoje ser necessário um discurso de "emancipação face à 'troika'", numa altura em que o Programa de Assistência Económica e Financeira está a terminar.

"Sempre achei que não era muito prático o discurso meramente anti-'troika', pela simples razão de que Portugal se colocou numa situação de precisar do dinheiro deles e de ter de lhes bater à porta. Mas é importante, agora que o programa está a terminar, um discurso de emancipação face à 'troika'", disse Paulo Portas no final do jantar assinatura do protocolo de cooperação internacional do Grupo Lena intitulado "Casas para o Mundo".

Para tal, o vice-primeiro-ministro disse serem necessárias duas condições: "Capacidade de acordo político entre aqueles que podem governar o país, agora e no futuro, e vontade de compromisso social entre empregadores e representantes dos trabalhadores."» [DN]

 
 A conferência dos pacóvios

Se Durão Barroso tivesse sido um presidente da Comissão Europeia na linha de um Delors em vez de estar a cobrar a Portugal a ajuda que lhe terá dado, estaria a ser convidado para ir a grandes palcos falar da Europa e do mundo. Mas Durão Barroso não passa de um pacóvio que depois de ter engodado nos lautos jantares ficou com o aspecto ridículo de um talhante gordo por se empaturrar de entremeada.

O país assistiu a uma conferência de pacóvios, a Comissão Europeia pagou o hotel e o almoço, Durão Barroso trouxe alguns comissários mais amigos, o governo mandou uns quantos ministros e lá estiveram dizendo baboseiras a quem ninguém prestou a atenção. A Europa é assim, a Comissão Europeia gasta o dinheiro dos contribuintes com encenações de um Durão Barroso que tudo faz para melhorar a sua péssima imagem nas sondagens, para saber se vale a pena tentar um cargo de presidente.

É quase triste ver um presidente da Comissão Europeia esperar por uma cunha de Passos Coelho no meio de um discurso no congresso do Partido Popular Europeu e depois andar a arrastar-se por Portugal na esperança de os portugueses começarem a ter alguma simpatia por ele. Mete nojo ver alguém que subiu à custa do país vir agora cobrar-nos os favores que não nos fez, fazendo uma autêntica campanha pré-presidencial com recurso ao dinheiro e ao estatuto da Comissão.

 photo _Manta_zps8b1861e8.jpg

Como se tudo isto não bastasse e talvez para conquistar a simpatia de Passos Coelho lembrou-se de elogiar o fascimo na sua política educativa. Quanto a estas declarações só há um comentário possível, metem nojo. Mete nojo o desconhecimento da história, mete nojo esquecer o analfabetismo, mete nojo ignorar que o acesso aos liceus não era para todos, mete nojo um responsável da Comissão Europeia fazer um elogio ao fascismo.

 photo _MP_zps087ef5d7.jpg
 
Se Durão Barroso quiser isolar dados para elogiar o fascismo vaio ter muito para elogiar, até corre um sério risco de acabar elogiando a aposta científica feita por Joseph Mengele no campo de Auschwitz.

Se Barroso quer alguma retribuição que a vá pedir ao Bush, ao Blair, à Merkel, mas não aos portugueses, as única coisa que os portugueses sentem que devem fazer-lhe é dar um valente pontapé naquelas nádegas gordas e esponjosas.
   
   
 Vasco Lourenço candidato presidencial?
   
«O ‘capitão de Abril’ Vasco Lourenço diz hoje, em entrevista ao jornal i, que ao longo dos últimos 40 anos, desde a Revolução dos Cravos, tem sido desafiado a candidatar-se à Presidência da República. Embora tenha “resistido sempre”, para as próximas eleições prefere dizer que fará de tudo para resistir. Mas deixa tudo em aberto.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Uma hipótese.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Aguarde-se.»
  
 Serão os mesmos que têm mais de 100.000 euros?
   
«As cerca de 1500 pessoas, que correspondem a 500 famílias, foram ‘apanhadas’ pelo Banco Alimentar do Porto a contornar o sistema de doações solidárias.

Através da criação de uma plataforma onde ficam registados os nomes de todos aqueles que recorrem às instituições de solidariedade do Porto, e que entrou em funcionamento em março deste ano, foi possível detetar as fraudes.

De um total de 42 mil pessoas, cerca de 1500 recebiam alimentos de duas, três e, às vezes, até quatro instituições de solidariedade diferentes.

“É uma questão de justiça. Queremos ajudar por igual a todos os que precisam. Estes são casos, sobretudo, de pessoas que se veem numa situação desesperada”, explicou ao Jornal de Notícias Rui Leite Castro, presidente do Banco Alimentar do Porto.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Estes pobretanas são mesmo uns malandrecos!
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
   
 Facilitador de negócios?
   
«O antigo ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, é agora um homem de negócios. Segundo o Expresso, que conversou com conhecidos do ex-governante, Relvas tornou-se num “facilitador de negócios”. Trabalha na área dos serviços e tecnologias em países como Brasil, Angola e Moçambique.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Há quem lhe chame corrupção.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Dê-se a merecida gargalhada.»
   
   
 Mais um banqueiro a dar conselhos ao país
   
«"Tivemos durante muitos anos governos minoritários, que tiveram dificuldade em imprimir a ação governativa, uma linha de estabilidade e de coerência programática e política que pudessem resolver alguns problemas estruturais do país", sublinha. Por isso, o próximo executivo poderá ser "outra coligação, mas tem que haver um governo de maioria".

"Creio que ninguém duvida hoje que não haverá condições, nem nenhum Presidente da República dará posse a um governo minoritário no atual contexto. Portanto, terá de haver um entendimento", sustenta.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Comneço a ficar farto destes banqueiros da treta.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Vomite-se.»
   
 Foram uns abusadores estes portugueses
   
«Uma das primeiras medidas após a Revolução foi a criação do salário mínimo nacional (SMN), com o valor a ser fixado em 3.300 escudos, o que corresponde a 16,5 euros em moeda atual, valor que sujeito à conversão com base no índice de preços do consumidor de 2013, na página do Instituto Nacional de Estatística (INE), equivale a 534,75 euros. 

Desde 2011, o valor do salário mínimo nacional é de 485 euros por mês, menos de 49,75 euros do que a remuneração fixada em maio de 1974, o que significa que os beneficiários perderam poder de compra face há 40 anos. 

Foi o primeiro-ministro que, a 06 de abril, relançou a discussão sobre a melhoria do salário mínimo nacional, que, mesmo com atualizado para os 500 euros, continuará a ficar abaixo do praticado em 1974.» [CM]
   
Parecer:

Perante estes dados cai a mentira do consumo em excesso que fundamenta as sacanices de Passos Coelho e a posição miserável de patrões como os da CIP.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Divulgue-se.»
   
 O que será uma coima eficaz?
   
«"A lei obriga [a que os proprietários florestais limpem as matas] mas, por vezes, as pessoas não cumprem e temos preparado um conjunto de alterações legislativas para permitir que as coimas sejam aplicadas de forma mais eficaz", afirmou a ministra da Agricultura e do Mar, Assunção Cristas, em Valado de Frades, Nazaré, onde hoje participou numa ação de limpeza da mata nacional.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

A ministra que escolha eentre uma coima elevada que ninguém aplica e uma coima baixa que ninguém paga.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Lamente-se tanta falta de jeitinho.»
     

   
   
 photo Andrey-Rossalev-3_zpsdd6d6e28.jpg

 photo Andrey-Rossalev-5_zps48c33418.jpg
 
 photo Andrey-Rossalev-2_zps8b9eeab9.jpg

 photo Andrey-Rossalev-4_zpsd2e3f740.jpg
 
 photo Andrey-Rossalev-1_zps8778887f.jpg

 
 
 
     
blog comments powered by Disqus