quinta-feira, outubro 29, 2015

Os superiores interesses nacionais

 photo _Velho_zpsaf7kdhui.jpg
 
Da mistura entre o que nos diz o oráculo da Quinta da Coelha com os segredos das rezas com a Nossa Senhora de Fátima resuoltam os seguintes superiores interesses nacionais, lidos e interpretados por quem o dom exclusivo de os interpretar para que os lopras que insistem em residir na parte ocidental da península os ouçam e obedeçam cegamente ao seu guru de Boliqueime:

Temas como a NATO, a EU ou os acordos e tratados adoptados no âmbito da União passam a estar permanentemente em questão só porque um governo toma posse apoiado num acordo de viabilização. 

A economia deixou de ter qualquer previsibilidade, os agentes económicos deixam de ter certezas, os investidores devem adiar sine die as sua decisões, o país agora é governado por um grande timoneiro que estudou todos os cenários e que decidira em cada momento os enigmas que o país deverá enfrentar no mês seguinte.

Os mercados podem ficar tranquilos, as agências de notação podem manter Portugal na classificação de lixo reciclável porque em circunstância alguma um governo iluminado, mesmo que de gestão, será substituído por um perigoso governo de vermelhos.

O país só tem a ganhar com discursos confusos, decisões menos claras, estigmas contra os portugueses que defendam ideias ou soluções diferente das da direita mais conservadora.
Quando necessário os superiores interesses nacionais justificam o apelo às manifestações de rua, o lançamento de acusações golpistas ou a conspiração contra governos escolhidos pelos portugueses.
É do superior interesse da nação que tudo se faça para dividir ou destruir partidos que não partilhem das nossas opiniões ou que não obedeçam aos nossos desejos.

É do superior interesse da nação chamar a atenção dos mercados para a preciosa ajuda que seria a instabilidade e o aumento das taxas de juros em nome da defesa do governo desejado por quem tem o dom de interpretar esse mesmo interesse.

O superior interesse nacional foi determinado com imparcialidade, com superior inteligência, com infalibilidade e com a ajuda da Nossa Senhora de Fátima, graças às preces da dona Maria. Além disso, não estão envolvidos quaisquer interesses pessoais, a Quinta da Coelha já está paga, com a recuperação das pensões em boa hora decidida pelo TC as contas estão sob controlo e há muito que não se fazem acções porque nos últimos tempos o Oliveira e Costa anda um bocado afastado dos negócios, por causa de um pequeno problema de saúde.  
  
Na boa linha do Oliveira, ainda que esse nunca tenha tidos vivendas de luxo e muito menos acções no BPN,  os superiores interesses nacionais são definidos acima de quaisquer ideologias, de interesses pessoais ou partidários, sendo uma verdade absoluta que só é visível para quem foi escolhido para o fazer e de obediência cega e sem respinganços por parte de todos os outros idiotas da nação. Até porque para que um ser seja superior e se possa concentrar na leitura dos superiores interesses da nação não pode ter interesses ou paixões terrenas, tem de ser superiormente inteligente e honesto como nenhum.
 
Portugal tem sido um país feliz e por isso é hoje o país desenvolvido que se sabe, ao longo do último século quase sete décadas foram marcadas por seres destes, seres que chama a si o exclusivo de ler quais são os superiores interesses nacionais.


blog comments powered by Disqus