domingo, junho 07, 2015

Semanada

Esta foi uma semana de grandes descobertas, O Bruno de Carvalho parece ter encontrado petróleo no relvado de Alvalade, enquanto a ministra das Finanças deverá ter encontrado um baú cheio de ouro nos arquivos do ministério e decidiu anunciar aos putos que ia pagar mais uma parte da dívida ao FMI. Resta saber se em vez de um furo vamos ter um buraco em Alvalade. Já quanto ao buraco na Finanças está repleto de cofres cheios de dinheiro.
  
Já se sabia da competência do governador do Banco de Portugal em matéria de regulação financeira, agora soube-se que tem de ser a Autoridade da Concorrência a investigar a banca portuguesa por suspeitas de cartelização. Por outras palavras, o governador do BdP nem evita que os administradores vigarizem os bancos, nem que os bancos vigarizem os clientes.
  
O PSD apresentou uma carta de garantias os que significa que o conceito de irrevogabilidade tão querido a Paulo Portas chegou ao programa eleitoral. De resto, não é difícil garantir que o governo vai fazer mais daquilo que tem feito. Resta saber se o TC vai dar as mesmas garantias e se o futuro presidente vai ser um pau mandado do governo.
  
Um bom exemplo das garantias que esta gente oferece está na escolha da auditora da IGF que investigou a lista VIP, ao escolher uma colega o secretário de Estado Núncio garantiu que saia inocente neste caso.

blog comments powered by Disqus