segunda-feira, setembro 08, 2014

Mas que grande bandalheira!

“O Presidente da República não tem ministérios, não tem serviços de fiscalização ou de investigação. Recebe toda a informação das entidades oficiais e espera que logo que o Governo tenha tido conhecimento de factos relevantes não o deixe de comunicar. No caso que referiu, espero que tenha sido assim. É o que resulta da Constituição” (Cavaco falando aos jornalistas ontem, em Arganil)
  
O mesmo presidente que tem feito gato sapato da Constituição da República é muito cioso do que diz a lei fundamental em relação aos seus direitos e poderes. Acusado pelo advogado dos pequenos accionistas Cavaco desculpou-se chamando a atenção para o facto de não ter expresso qualquer opinião própria, tendo-se limitado a reproduzir palavras do governador do Banco de Portugal. Agora, sabe-se lá porque razão, Cavaco defende-se do que possa vir a suceder sugerindo que pode ter recebido do governo informação insuficiente, senão mesmo errada.
  
O homem que um dia disse «Eu nunca me engano e raramente tenho dúvidas» sugere agora que pode ter dúvidas e que pode ter sido enganado. Nunca um Presidente da República deste país teve que se justificar tantas vezes com base em opiniões ou escritos alheios e, pior do que isso, nunca um Presidente da República teve de recordar que é o governo que o informa sugerindo a possibilidade de não ter sido devidamente informado.

O país aproxima-se do grau zero do sentido de Estado, o Rosalino vai para administrador do Banco de Portugal, o governador deste Banco diz ao domingo o que o Marques Mendes anunciou no sábado, o filho do Durão Barroso arranja emprego no mesmo banco sem qualquer concurso. E depois disto tudo vem Cavaco Silva dizer que espera que o governo lhe tenha dito tudo sobre o BES.
  
Quase apetece perguntar a Cavaco se não é melhor promover Marques Mendes de Conselheiro de Estado a informador presidencial pois ao mesmo tempo que Cavaco dá a impressão de que não sabe nada o seu antigo adjunto dá ares de que sabe tudo e ainda se gaba aos jornais que só conta parte do que sabe. Quando num assunto tão importante como o BES um Presidente da República deixa no ar a hipótese de estar mal informado pelo mesmo governo que conta tudo a Marques Mendes é porque a bandalheira já atingiu limites inimagináveis.
  
blog comments powered by Disqus