domingo, setembro 28, 2014

Semanada

Esta foi a semana em que o país ficou a saber que tinha à frente do governo um cidadão exemplar, ainda que descuidado nas contas e sem grande memória. Começou por dizer que só trabalhou depois de ser deputado para acabar por se lembrar que tinha presidido a uma ONG da treta onde só lhe pagavam as despesas de cujo montante já não tem a mais pequena ideia. Isto está mesmo confuso, o Cavaco é que está cada vez mais ché ché e o Passos é que apresenta os sintomas da doença de Alzheimer.
  
Finalmente chegou ao fim este penoso processo das primárias do PS durante o qual António José Seguro tentou mostrar que andava há anos a preparar-se para primeiro-ministro mas veio o canalha, traidor, mal preparado e oportunista do António Costa tirar-lhe o brinquedo. O Seguro pareceu uma criança que juntou as mesadas ao longo de três anos e na véspera de ir comprar o desejado brinquedo veio o irmão mais velho e roubou-lhe o mealheiro para ir para uma grande almoçarada. Se as primárias não serviram para mais nada, serviram pelo menos para os portugueses perceberem a merda que grassa nas jotas.
  
Quem teve sorte com as primárias e com a Tecnoforma foi o Crato e aquela senhora loura e com a cara inchadíssima que é ministra da justiça. O concurso dos professores arrasta-se sem fim à vista e no Citius continua a paralisar a justiça mas já ninguém fala do assunto. O Passos Coelho ainda vai pensar que foram os seus colegas que mandaram a carta anónima para a PJ a fim de desviar a atenção da sua incompetência e má formação.

Ao que consta Cavaco disse qualquer coisa sobre o caso Tecnoforma, mas a notícia não está naquilo que disse mas sim porque as notícias de Cavaco já nem sequer terem o estatuto de notícias. Neste caso é uma pena pois se em vez das contas do Passos se discutissem as ONG e as tecnoformas do tempo do Cavaquismo perceber-se-ia muito sobre a desgraça deste país. A verdade é que em Portugal uma boa parte dos caminhos da trafulhice, desde o BPN ao BES passando pela Tecnoforma vão dar ao cavaquismo, esse período negro da história de Portugal.
  
blog comments powered by Disqus