domingo, abril 03, 2016

Semanada

O congresso do PSD realizou-se e Passos regressou à normalidade, esqueceu o “social-democracia sempre”, voltou à acusação preferida, a de que os portugueses consomem acima do que podem,
  
A mesma direita que acusa o PS de se aliar á extrema esquerda totalitária juntou-se ao PCP para impedir que o parlamento aprovasse uma moção em que se defendiam os tais valores que Passos receia que não estejam defendidos pelo actual governo. Miguel Relvas e amigos podem estar descansados, os seus negócios em Angola estão bem protegidos pelos partidos da direita portuguesa, que neste capítulo não têm problemas em relação ao PCP.

Depois de Gaspar ter fugido passou a ser a Maria Luís a mais provável sucessora de Passos Coelho, quando se admitia que o PSD perdesse as eleições começou a apontar-se para Maria Luís como a futura líder do PSD. Agora já não restam dúvidas, Passos Coelho promoveu a administradora não executiva da Arrow a vice-presidente, está oficializada a sucessão.

Rui Rio fez o que anda a fazer há alguns anos, só arrisca quando tem a certeza de que ganha. Não foi a Espinho e ficou em casa.

O FMIO reapareceu e Subir Lal teve o seu momento na comunicação social. O relatório do FMI que criticava as opções do governo português serviu para pouco mais do que para algumas intervenções por parte de figuras secundárias da direita.

blog comments powered by Disqus