domingo, abril 17, 2016

Semanada

O Bloco de Esquerda está muito incomodado porque Cartão de Cidadão discrimina as mulheres e parece querer começar a eliminar palavras do dicionário de português pela palavra cidadão, como é "idioticamente" incorrecto dizer cidadão e esquecer as cidadã, propõe-se que o cartão que nos identifica passe a ser de cidadania. Enfim, não há limites para a estupidez.

Ao que parece ser amigo de António Costa e trabalhar à borla é mais duvidoso do que ser amigo de Passos Coelho e ganhar centenas de milhares por ano. Um  palerma do PS até descobriu que o amigo do rival António Costa já tinha trabalhado para algumas empresas do tipo Al Capone, mas não reparou que António Borges, o falecido ministro sombra, na sombra e sombrio de Passos Coelho tinha trabalhado para a Goldman Sachs, uma flor de cheiro do mundo da alta finança.
  
Parece que o pais descobriu que ter uma offshore é algo tão reprovável como andar acompanhado de prostitutas e anda por a´uma caça Às personalidades que têm off shores, até descobriram que há um conhecido de Sócrates que tem conhecimentos com o pessoal da off shore do Ricardo Salgado e dessa beldade da direita que se dá pelo nome de Ricciardi. Andam, andam e vão descobrir que uma vivenda pertencente a um conhecido político da praça foi em tempos comprada através de uma offshore de um tal Carapeto que na época era assessor de um primeiro-ministro Aqui fica a adivinha para os caçadores de offshores.
  
Duarte Lima caiu mesmo em desgraça, é acusado de ter "abichado" cinco milhões de cujo homicídio é acusado e já não não notícia. O cavaquismo está mesmo a cair no esquecimento.

António Guterres foi A nova Iorque justificar a sua nova ambição e para convencer os deputados invocou um dos actos mais heróicos da sua carreira, enfrentou os idiotas da Europa do Sul e impôs as quotas para mulheres das listas de deputados do PS. Convenhamos que para se é necessário ser herói para se chegar a secretário-geral faria mais sentido dizer que uma vez ajudou uma velhinha a atravessar a rua pois é bem mais provável que se seja atropelado numa passadeira nesta Europa do Sul onde somos todos uns atrasadinhos do que propondo cotas nas listas do PS.
blog comments powered by Disqus