sábado, março 19, 2016

ADSE

 photo adse_4d2a7_zpsruvaifgh.jpg
 
Durante muitos anos a ADSE serviu para alguns comentadores e políticos que odeiam os funcionários públicos os difamarem promovendo-os a gente que tinha vantagens especiais à custa do país. Muita gente falava da ADSE sem saber quanto custava, o que oferecia e quanto cobrava, nem sequer questionavam quantos mais médicos de família teriam de ser pagos pelo Estado se os funcionários públicos e seus descendentes recorressem ao SNS. A ideia era a de que a ADSE era uma borla, que pagava todos e mais alguns tratamentos e que desde os netos às amantes dos funcionários todos beneficiavam do sistema, o objectivo era difamar os funcionários públicos.
  
A ideia estava tão entranhada em muito boa gente que a maioria defendia o fim desse símbolo do favorecimento dessa casta de bandidos e ainda há bem poucos meses um idiota que era braço direito do Tozé Seguro defendia a extinção pura e simples da ADSE. 
  
A estratégia de Passos Coelho de cortar os rendimentos dos funcionários públicos, promovendo uma escravatura parcial daqueles que para ele eram mais ou menos a mesma coisa que os judeus eram para Hitler. Se na Alemanha os judeus eram os culpados de todos os males e por isso foram expropriados e com as suas riquezas a Alemanha nazi pagou 30% do esforço de guerra, por cá o traste de Massamá decidiu que seriam os funcionários públicos a suportar a maior parte da factura pois eram eles os culpados da crise financeira do Estado, eram a despesa pública mais inútil. Para reduzir os rendimentos dos funcionários a um mínimo o traste de Massamá cortou vencimentos, aumentou horários de trabalho e aumentou tudo o que era descontos. Foi assim que se deu o milagre e a ADSE passou a dar lucros.
  
Agiora já podemos ler os ultra do Observador defender a ADSE e sugerir que essa instituição maldita seja generalizada a toda a população. Isto é, se dá lucro então o melhor é tirar quem tem dinheiro do SNS e mandá-los para a ADSE. Até a Cristas, que deve ler o Observador, não perdeu tempo e fez suas as ideias alheias. A instituição maldita é agora a solução para o SNS.
  
Enquanto a esquerda estiver no poder a direita sugere uma ADSE pública e generalizada a quem pode pagar, quando regressar ao poder aparece o traste de Massamá a vender a ADSE a um qualquer ricaço corrupto do Partido Comunista da China e diz que democratizou a economia portuguesa ao mesmo tempo que melhorou a gestão da ADSE.
  
A ADSE está a mostrar como é rasca alguma gente da direita portuguesa, incluindo alguns artistas que se dizem de esquerda.
  
blog comments powered by Disqus