terça-feira, março 15, 2016

Umas no cravo e outras na ferradura


  
 Jumento do dia
    
Leitão Amaro, deputado do PSD

Alguém deveria explicar a Leitão Amar o que é ter a noção do ridículo, e óbvio que Passos Coelho se meteu por um caminho sem regresso e agora não tem outro remédio senão dar cambalhotas.

«O sentido de voto foi ao final da manhã pelo deputado Leitão Amaro. O vice-presidente da bancada 'laranja' recordou a posição de fundo assumida pelo seu partido: votar contra todas as propostas originais e abster-se nas votações de propostas de alteração.


Ora o Governo, através do PS, apresentou duas propostas de alteração às propostas originais: na da Grécia deixou de constar o nome do país, dizendo a norma que está em causa apenas "a quota-parte do financiamento de programas de assistência financeira".» [DN]

 Crista AP e Cristas DP

 photo Cristas-AP_zpsfqovv7us.jpg

 photo Cristas-DP_zpsgetlwstu.jpg

Inspirada em Cristo mas pouco dada à coerência parece que tal como como Cristo também com Cristas teremos dois tempos, antes de Portas e depois de Portas. Antes de Portas sugerir a Carlos Costa que se demitisse Assunção Cristas considerava António Costa de irresponsabilidade, mas depois de ser Portas a fazer a exigência em pleno congresso do CDS parece que isso passou a ser responsável.

 Dúvida

Será que os 6 cêntimos por litro de combustível justificam tantas manifestações de camionistas e idas de jornalistas a Espanha? Durante quatro anos tudo isto tinha desaparecido.

 O ministro da Economia que não usava marcas portuguesas

 photo Macario_zpspk2p3c0l.jpg 

É bom ver Pires de Lima e outros criticarem o ministro da Economia por apelar aos portugueses para que não se abasteçam de combustível em Espanha, esquecem-se do seu passado e no caso do Pires de Lima é bom recordar que foi preciso chegar a ministro para usar sapatos fabricados em Portugal. Não há governo português que não tenha lançado campanhas para que os portugueses consumam português e nestes dias vemos os produtores de leite e de carne de suíno promovendo boicotes a hipermercados que importam produtos provenientes de Espanha.

É divertido vermos camionistas que há mais de dez anos que não se abastecem em Portugal virem agora para as televisões dizer que se vão abastecer a Espanha, como se os 6 cêntimos de aumento do ISP fosse uma calamidade, quando nos últimos anos tiveram aumentos semanais ainda maiores. Mas nessas altura as empresas de camionagem tinha um governo dos seus.

Quanto soa que criticam uma declaração d ministro da economia que não devia ter sido feita, recorde-se que um conhecido militante do PSD, quando era autarca em Tavira decidiu que a frota da autarquia passaria a abastecer-se de combustível em Ayamonte. Estarão esquecidos.

      
 Este Marcelo ainda mata Cavaco de vez
   
«Marcelo Rebelo de Sousa visitou Mário Soares no passado domingo. O Presidente da República deslocou-se sozinho e, e sem motorista, à residência de Soares no Campo Grande, Lisboa, onde permaneceu durante cerca de 40 minutos. A informação é avançada pela edição online do semanário Expresso.

Segundo o Expresso, tratou-se de uma visita de cortesia: como Soares falhou a tomada de posse de Marcelo, no dia 9 de março, o Presidente decidiu apresentar cumprimentos ao antigo chefe de Estado, o único antigo Presidente com quem o atual inquilino de Belém ainda não tinha conversado.» [DN]
   
Parecer:

Marcelo não perde uma oportunidade para se diferenciar do seu antecessor.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sorria-se.»
  
blog comments powered by Disqus