segunda-feira, março 28, 2016

Umas no cravo e outras na ferradura


      
 Fanfarronice terrorista
   
«Chefe de execuções do Estado Islâmico afirmou que os ataques protagonizados esta semana em Bruxelas são apenas “uma amostra” do que está para vir.

Hicham Chaib, que pertence ao grupo Sharia4Belgium, surge num novo vídeo onde critica os europeus e o Oeste por bombarderam a Síria.

“Vamos matar as vossas gentes”, ameaça, citado pelo Daily Mail, referindo que o que aconteceu na capital belga é o resultado do que a Europa está a criar.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

Ab fanfarronice do ISIS começa a irritar.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Esperemos que fiquem todos na Síria.»
  
 Uma boa notícia de Páscoa
   
«O exército sírio recuperou este domingo o controlo total de Palmira, cidade que esteve tomada pelos extremistas do Estado Islâmico (EI) durante mais de um ano, disse à AFP uma fonte militar.

"Após combates noturnos violentos, o exército controla totalmente a cidade de Palmira, incluindo a parte antiga e a parte residencial. Eles [os 'jihadistas'] retiraram-se", disse a mesma fonte militar, citada pela AFP.

As tropas sírias, apoiadas pela aviação russa, haviam entrado na quinta-feira na antiga cidade de Palmira, classificada como Património Mundial pela agência da ONU para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco).» [DN]
   
Parecer:

Esperemos que os defensores da Primavera Árabe lembrar-se agora que em palmira há uma ditadura e uma terra para libertar.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Aplauso para os que libertaram Palmira.»

 As nossas empresas só querem apoios aos lucros
   
«Apenas 20 empresários se candidataram ao primeiro concurso dos fundos europeus do Portugal 2020, que financia em 50% a contratação de doutorados e pós-doutorados pelas micro, pequenas, médias (PME) e grandes empresas, pagando metade do salário e dos encargos com Segurança Social destes novos trabalhadores a fundo perdido.

“A esmagadora maioria veio de PME que, com algum pioneirismo, decidiram candidatar-se a este apoio e a esta aposta da região. Esperamos que estes promotores sejam o primeiro rosto desta iniciativa, inspirando outras empresas a apresentarem as suas candidaturas”, explicou ao Expresso o gestor do programa Norte 2020, Emídio Gomes.

Recorde-se que o concurso lançado no inverno de 2015 tinha €20 milhões só para financiar a contratação de 150 doutorados pelas empresas da região Norte. O Norte tem o tecido empresarial mais atento aos fundos europeus — cerca de metade das candidaturas aos incentivos do Portugal 2020 vem de empresas nortenhas — e o Norte 2020 é o programa regional que mais aposta na integração de recursos humanos altamente qualificados — a meta são 400 até 2020.

Os concursos entretanto lançados nas regiões Centro, Alentejo e Algarve oferecem metade do dinheiro e não ousam apostar nos doutorados, abrindo os apoios europeus à contratação de mestres e licenciados.» [Expresso]
   
Parecer:

Se fossem subsídios a trabalhadores com o ordenado mínimo mais benefícios fiscais fariam filha junto ao ministério da Economia.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se ao presidente da CIP o que entende por competitividade.»
  
blog comments powered by Disqus