quinta-feira, maio 23, 2013

Jumento do Dia


  
Herr Vítor Gaspar

Há coincidências dos diabos, a execução fiscal só foi divulgada um dia depois de ter sido dada a conhecer ao ministro alemão das Finanças que informou que não havia uma derrapagem orçamental e chegado a Lisboa Vítor Gaspar divulga um benefício fiscal que não estava previsto em lado algum, isto um dia depois de ter sido anunciada uma linha de crédito resultante da caridade alemã.
 
Quando um governo vai à Alemanha perguntar o que pode ou deve fazer é porque atingiu o grau zero da soberania e quando são os governantes a entregar a soberania numa bandeja ao coxo alemão a situação é ainda mais grave. Compreende-se que o coxo esteja preocupado e um dia depois de lhe terem prestado contas se tenha decidido uma medida desesperada.
 
O problema de Gaspar é que nem ele nem o seu governo têm o mínimo de credibilidade e se restassem dúvidas ficam-se sem elas quando se percebe que o país tem um ministro das Fnanças que só dá a cara em público na Alemanha, em Portugal manda um secretário de Estado que sabe tanto de política económica como de lagares de azeite explicar o impacto económico do benefício fiscal.
 
Quem é o doido que vai investir num país onde o consumo interno é perseguido, que tem um "p"residente que inventa comunicados, um governo que é um saco de gatos e que está à beira do colapso social e polítio? O Gaspar bem que pode achar que é agora que le considera que se deve invista as suas poupanças, isso se ainda não estiverem bem guardadas numa off shore do Deutsche Bank.
blog comments powered by Disqus