domingo, outubro 23, 2016

Semanada

Esta era a semana que Passos Coelho esperava há vários meses, setembro seria o ano da desgraça orçamental o que levaria a DBRS a baixar a notação da dívida soberana para lixo e daí a um segundo resgate era um passo. Voltaríamos a ver um filme que já passou no nosso país, os juros baixariam, a direita europeia faria as acusações do costume a Portugal e Passos exigiria eleições antecipadas, as tais eleições com que ele sempre sonhou. Só que Passos anda com azar e tudo sucedeu ao contrário.

Com o PSD sempre em queda nas sondagens, com a Assunção Cristas a subir, com um vice-presidente a emigrar e o Marco António mais escondido do que o Pedro de Arouca, esta a Passos Coelho e Maria Luís Albuquerque fazerem pela vida. A deputada em part time lembrou-se de ser vice-presidente do PSD e fez umas declarações, Passos desatou a dar entrevistas e até vai deixar de fazer de morto na discussão do OE, promete fazer propostas, pelo que se espera que sejam as reformas de que tanto fala, cortes de vencimentos, de prestações sociais e de reformas.

Enquanto um Pedro tenta ressuscitar, o Pedro de Arouca anda desaparecido e até já circulam piadas na Net em que ele promete que só aparece quando o SCP for campeão nacional. Entre diretos de 24 horas por dia na TVI24 e na CMTV e declarações correr de uma senhora que é coordenadora não percebi bem do quê, só reparei que se chamava Fazenda, anda por aí muita confusão sobre se há ou não coordenação. Uma coisa é estranha, um MP que tanto gosta de mediatizar a investigação criminal faz agora de conta que nada tem que ver com o assunto.


blog comments powered by Disqus