domingo, outubro 09, 2016

Semanada

Com a Kristalina de regresso ao seu trabalho, após as curtas férias nova-iorquinas, quem deve estar sem nada que fazer é o nosso David Gregorivo, perdão, o nosso Mário David, o mais brilhante dos lobistas internacionais, que durante 9 meses abriu terreno para que a sua amiga da direita búlgara pudesse fazer a figura triste que o mundo viu. Há poucos dias, quando a sua Gregorieva se enfiou na corrida à última da hora o nosso euro-lobista não cabia em si de inchado e afirmava-se como um modernaço que não ligava à tacanhez nacionalistas dos tugas. Por onde andará o nosso poderoso David?

Portugal corre um sério risco de esgotar as pastilhas Rennie nas suas farmácias, já passaram duas semanas e o pessoal do PSD ainda não conseguiu digerir a execução orçamental de setembro, parece que esperavam uma desgraça nas receitas fiscais de Agosto, mas o país sobreviveu à armadilha fiscal montada pela dupla formada por Maria Luís Albuquerque e Paulo Núncio. A direita estava tão convencida de que o país estaria á porta da Troika em setembro que até Passos Coelho não se conteve e previu a desgraça. Agora anda a sugerir que houve uma fraude nas contas, têm razão, houve uma fraude nas contas de 2015.

No passado CDS andou armado em partido do contribuinte, mas parece que a sua actua líder prefere dar ares de bispo evangélico e quanto a impostos só se preocupa com a Igreja, daí que tenha lançado uma praga contra os partidos, ameaçando-os com uma vingança fiscal. Agora é Passos Coelho que chamou a si o papel de defensor dos contribuintes. Agora teoriza sobre as vantagens de aumentar o IRS.


blog comments powered by Disqus