domingo, abril 16, 2017

Semanada pascal

Se não fosse a correção do défice decidida pelo INE, que tirou a Miguel Cadilhe o estatuto de recordista dos défices orçamentais, ou mais uma intervenção da incansável Teodora, esta teria sido uma semana monótona. Isto na política p+orque no mundo do desporto ou, melhor dito, no mundo chunga do futebol, as coisas foram um pouco mais animadas, com uns adeptos a desejar a queda de um avião com o Benfica e os adeptos destes a imitarem o silvo de um vrey light. No meio desta confusão um secretário de Estado teve a infeliz ideia de festejar um golo na baliza do FCP com o Pinto da Costa ao seu lado, o governante que se cuide e evite cruzar-se com o Macaco ou com o Orelhas.

Se no mundo do desporto as coisas não vão bem, nas escolas a semana ainda foi marcada com os incidentes em Torremolinos. Mas o padre Portocarrera, da Opus Dei, já deu a solução. Para o ano os estudantes portugueses ficam todos de castigo, juram preservar a castidade e dedicarão as férias da Páscoa às boas ações e a Fátima. Esperemos que o padre Portocarrera sugira a receita ao Vaticano e, em particular, a igrejas como as do EUA, se os padres tivessem como acalmar as suas hormonas talvez criassem menos embaraços com sucessivos escândalos de pedofilia.


blog comments powered by Disqus