sábado, dezembro 26, 2015

Gente em quem não se pode confiar

 photo _juntos_zpsoudndqnk.jpg

Marcelo, Cavaco e Passos: farinha do mesmo saco

Alguém acredita que o competentíssimo dr. Macedo não sabia das pessoas que estava matando em nome da sua imagem de gestor eficiente? Só quem não conhece os métodos deste ambicioso acredita que cada vez que o seu ministério foi alertado ou questionando sobre mortes de doentes abandonados e ele não se informou dos riscos que estava enfrentando. Mas para o dr. Macedo a realidade que contava (já assim era na DGCI) é a que passa nos jornais e se estes insistiam em promover a sua imagem não se precisava de evitar mais mortes. Para gente ambiciosa como o dr. Macedo só os mortos que o podem prejudicar é que contam.

Alguém acredita que a dra. Maria Luís não conhecia a dimensão do buraco que tinha cavado no BANIF ou que o montante que investiu num banco de amigos era o que tinha roubado aos funcionários públicos em nome de um falso desvio colossal? Com o ar e sonsinha que tanto a caracteriza esta senhora tem mentido sistematicamente aos portugueses, ajudando a impor medidas de austeridade cujo grande objectivo eram a ajuda aos banqueiros. Na hora de despedida ainda teve tempo para arranjar um tacho ao seu amigo e ex-secretário de Estado dos Transportes, um nojo!

Alguém acredita que Cavaco não sabia do buraco do BANIF e estava mesmo preocupado com a estabilidade do sistema financeiro? Cavaco não percebia nada de banca mas ganhou centenas de milhares com negócios manhosos de acções, não sabia do que se passava no BES mas ajudou o banco a ludibriar pequenos investidores que graças às suas palavras compraram acções e aplicações financeiras que eram lixo, não sabia do que se passava no BANIF mas colocou como condição para "indicar" Costa para primeiro-ministro a estabilidade do sistema financeiro. Cavaco tem sido o verdadeiro protector dos banqueiros.

Alguém acredita que o primeiro-ministro no exílio teria defendido a aprovação do OE rectificativo se soubesse que o seu chumbo lhe devolveria o poder? Passos Coelho absteve-se na votação do OE por sabe muito bem que se o BANIF fosse à falência nem ele nem muitos dos seus pares da extrema-direita chique do PPD poderiam voltar a andar descansados numa rua do país. Este imbecil bem falante sabe muito bem que arruinou um banco só para que este não estragasse o cenário que estava montando para as eleições legislativas.

Alguém acredita que Paulo Portas tinha a intenção de devolver alguma sobretaxa? Paulo portas sabia muito bem das aldrabices que estavam sendo feitas com as receitas fiscais para criar a ideia de que seria reembolsada a sobretaxa, da mesma forma que sabia que os buracos no BES e no BANIF iriam servir para justificar mais quatro anos de reformatação do modelo social e político do país a coberto do chicote da troika.

Alguém acredita que a direita ia devolver salários e pensões? Os objectivos da extrema-direita chique que rodeia Passos Coelho são incompatíveis com a Constituição, a única hipótese de Passos impor a sua agenda ao país estava num segundo resgate, algo con  que Passos sonah e que o leva a recusar-se a abandonar a liderança do PSD. Passos sabe o estado em que deixou o país, daí que esteja convencido de que o PS precisará do seu voto no mesmo contexto  que se sucedeu com o anterior governo do PS.

Alguém acredita que se a extrema-direita chique tivesse ganho as eleições com maioria absoluta o cata-vento estaria agora a fugir de Passos Coelho como se este tivesse sarna?
blog comments powered by Disqus