sexta-feira, dezembro 11, 2015

O invejoso

 photo _Cavaco_zpsaqs8ocli.jpg

“"Nós invejamos a taxa de crescimento económico que recentemente a Irlanda tem vindo a alcançar. Quando ouvimos falar em 5 ou 6 por cento de crescimento económico, não há país na União Europeia que não tenha inveja da Irlanda"

Cavaco Silva aproveitou a presenta do seu homólogo irlandês para mais un dos seus momentos saloios, manifestando inveja pelos resultados da Irlanda no crescimento económico. Mas em vez de ter inveja da Irlanda ao mesmo tempo que se cola a este país no sucesso da saída limpa, o que Cavaco deveria explicar, ele que tanto sabe de economia, e a razão porque a Irlanda Cresce acima do 5% enquanto em Portugal o crescimento é raquítico e o investimento quase nulo.

Se Portugal fez tudo tão bem feitinho, se Portugal foi tão bom aluno como a Irlanda, se Portugal fez grandes reformas, se Portugal cumpriu e foi ainda mais além do que a Irlanda no ajustamento económico, então porque é que a Irlanda cresce e Portugal fica quase na mesma, porque é que a Irlanda recupera a riqueza perdida com a recessão e Portugal ainda está quase no fundo, Porque é que os irlandeses continuam na Irlanda e os portugueses  continuam emigrar?

Em vez de manifestações de inveja e de colagem Cavaco devia dar resposta a estas perguntas, em síntese, porque é que a Irlanda foi bem-sucedida e Portugal mesmo com uma saída limpa está na merda? Será porque a Irlanda não adoptou a tese da desvalorização fiscal que por cá foi defendida pelo falecido António Borges?

Cavaco poderia ter recordado as palavras do ministro irlandês que classificou Vítor Gaspar como o ministro da troika, poderia ter-se lembrado de que Vítor Gaspar se demitiu por ter falhado.

A inveja de Cavaco Silva é o reconhecimento do falhanço, Portugal não tem investimento, não cresce, não cria bons empregos, não reduziu a dívida e tem um défice que ronda os 3% apesar dos cortes salariais e da sobretaxa do IRS. Portugal falhou e Cavaco sabe disso, tem muitas e boas razões para sentir inveja da Irlanda.

Mas não é difícil ter inveja da Irlanda mesmo sem saber do seu crescimento, basta olhar para os seus governantes e, em especial, para o seu presidente durante o ajustamento e depois olhar para o presidente que nos saiu na rifa. Se eles tivessem um presidente como o nosso há muito que tinham pedido o regresso da Rainha da Inglaterra!

blog comments powered by Disqus