terça-feira, dezembro 01, 2015

Ser melhor do que eles

 photo _melhor_zpskvszc2fz.jpg

Quando o PSD perdeu as eleições e Cavaco Silva abandonava o governo a sua equipa deixou os gabinetes literalmente vazios, era como se não tivesse havido governo. Também se estava em tempo de elaboração do OE e o governo que lhe sucedeu teve de fazer tudo a partir do zero. Sucedeu agora o mesmo co o afilhado de Cavaco Silva e com esta personagem a usar os poderes presidenciais para permitir ao governo do seu partido dispor de mais um mês e meio para os últimos negócios, em como para armadilhar o país.
  
Era de esperar esta actuação e a resposta é competência, verdade e honestidade, isso sem que se silencie a realidade, mantendo a ficção da saída limpa, do crescimento económico, da economia mais competitiva do mundo, do reembolso de sobretaxas e de muitas outras patranhas com que Passos Coelho e Portas pensavam sobreviver às eleições.
  
É óbvio que o governo de Passos boicotou a participação na Cimeira de Paris, é evidente que o famoso crescimento foi um argumento de ocasião e resultou mais das decisões de juízes do Tribunal Constitucional que a direita condenou do que das politicas governamentais, todos sabemos que parte do emprego criado é uma mentira alimentada por estágios e outros truques.
  
 Governo anterior não foi apenas um defensor da austeridade, a única vertente em que foi criticado pela oposição, foi também um governo de desastrados, de mentirosos e, acima de tudo isso, de trapalhões e incompetentes. A Justiça está hoje pior do que estava porque a ministra foi incompetente e mal formada. A educação está pior pelo mesmo motivo, o ministro dos Negócios Estrangeiros era uma nódoa e assim sucessivamente.
  
Mas não vale a ena perder tempo com esta gente, os resultados da sua política serão conhecidos aos poucos, mas o país tem mais do que fazer do que dar a Passos, Portas e Cavaco a importância que não têm. Um está a caminho da Quinta da Coelha, o outro tem um partido que neste momento caberiam num táxi se não fossem os deputados eleitos com votos do PSD e o outro irá não tarda muito para uma empresa de um dos seus padrinhos.
  
O que este governo tem de provar é que governa com verdade, honestidade e competência, que perante situações adversas faz o melhor que pode e que sabe e que não favorece os mais favorecidos à custa dos mais desfavorecidos
blog comments powered by Disqus