quinta-feira, novembro 03, 2016

Anda tudo parvo

Como é possível que um país com o desenvolvimento dos EUA seja incapaz de arranjar dois candidatos presidenciais de que se possa dizer benza-te Deus? Interrogo-me para que servirá tanta investigação científica, tantas grandes universidades, se depois a maior potencia do mundo escolhe para a presidir um qualquer idiota.

O mundo pode confiar que exista uma superpotência com o poder e intervenção em todos os cantos do mundo governada por uma distraída que usa os e-mails oficiais como se fossem mensagens do Facebook, ou um palerma que se acha um grande engatatão só porque julga ter uma pila dourada.

Na Venezuela temos o Maduro e uma oposição a condizer, no Brasil os magistrados escolheram o Temer, na Alemanha a senhor Merkel queria a Kristalina na ONU, a Kristalina foi rejeitada na ONU mas vai para o Banco Mundial, os ingleses querem o Brexit, mas de preferência o mais tarde possível e só da parte cara da UE, a EU irrita a Rússia na Ucrânia e esta fica sem a Crimeia que tinha sido uma prenda de aniversário dada pelo Kruschev, na Síria os EUA apoiaram o DAESH para que este matasse os do Assad, a Rússia ajuda o Assad a matar o DAESH e quem mais calhar.

Na Tailândia morreu o rei e os militares põem no seu lugar o herdeiro, que, por acaso é um idiota, metade das África está entregue ao extremismo islâmico, do lado de lá do Mediterrâneo querem vir todos para o lado de cá, em Moçambique roubaram dois mil milhões de dólares, puseram o país na penúria mas ninguém se incomoda. 

Este mundo parece que vai de mal a pior.
blog comments powered by Disqus