segunda-feira, novembro 21, 2016

Umas no cravo e outras na ferraduras




 Jumento do Dia

   
Passos Coelho

Pobre Passos Coelho, o seu discurso é tão pobre que só lhe resta fazer política ao fim-de-semana para que a sua mensagem consiga aparecer na comunicação social. Anda tão preocupado com o seu futuro político a seguir às autárquicas, que a partir de agora tudo o que o governo faz é eleitoralismo. Isto é, o tal governo que não se aguentaria, que não conseguiria nada, que seria alvo de sanções, agora gere a abundância com vista às eleições.

Mas parece que o discurso da personagem não mudou mudou muito, continua a ser miserável e o seu ódio aos funcionários públicos continua a ser do domínio do irracional. Passos Coelho está escandalizado e diz ao que ainda o atura que vejam lá"vão aumentar o subsídio de refeição aos funcionários públicos". É um escândalo, esses malandros aqueles que trataram da esposa no IPO em vez de serem escravizados com cortes salariais ainda vão ter um aumento do subsídio de refeição!

«"O Governo que diga quanto é que tem para aumentar as pensões, dentro dos equilíbrios delicados que atingiu. Mas o que quer que tenha para aumentar as pensões abaixo de 628 euros por mês, estamos a falar, portanto, de pensões baixas, que distribua esse dinheiro que tem para o aumento das pensões de uma forma equitativa, para todos, a partir de 01 de janeiro, não é em agosto", afirmou.

O líder nacional do PSD falava na Guarda, onde presidiu à sessão de encerramento da III Academia do Poder Local, organizada pelo PSD e pelos Autarcas Social-Democratas (ASD).

Sobre o anunciado aumento das pensões, questionou ainda, no seu discurso: "Por que é que é em agosto? Daqui até agosto não há dinheiro para pagar? O Estado só vai ter dinheiro para pagar em agosto?".» [Notícias ao Minuto]

      
 Uma perda irreparável para a Madeira e para a democracia
   
«O jornal onde Jardim iniciou a carreira política está prestes a deixar de ser uma empresa pública e o novo governo madeirense acredita que antes do fim do ano o dossier 'Jornal da Madeira' fica encerrado de vez. Se se confirmar, a venda representará o fim de uma das mais longas polémicas da política madeirense onde coube tudo: os milhões dos subsídios, a linha editorial, os artigos de opinião com ataques a jornalistas e adversários e até uma ocupação das instalações pelo PND que durou nove horas. E a meio de tudo Alberto João Jardim, o defensor da existência do matutino, a bem do pluralismo e contra os inimigos da autonomia.

O prazo de entrega de propostas para a aquisição da empresa termina esta quarta-feira, mas há mais de um ano que o Jornal da Madeira não é o mesmo, mudou até de nome (passou a JM) e o antigo presidente do governo deixou de publicar artigos de opinião. O homem, que durante 41 anos dirigiu, decidiu e influenciou o que se publicava no jornal, aloja agora os textos que escreve num blogue, Fénix do Atlântico, e na página oficial do Facebook, onde tem mais de seis mil seguidores. Quanto ao JM, o mais certo é que seja vendido a um grupo de empresários e por um preço simbólico, que não deverá ultrapassar os 50 mil euros. Os apoios públicos – que chegaram a ser de quatro milhões de euros ao ano– não irão além dos 300 mil euros no próximo ano.» [Expresso]
   
Parecer:

Uma verdadeira pérola da comunicação social.
   
Despacho do Diretor-Geral do Palheiro: «Proceda-se ao encerramento urgente deste nojo.»
  
 O canalha do Erdogan também apoia Brexit
   
«» []
   
Parecer:

Parece que Trump não é o único, todos os canalhas deste mundo apoiam o Brexit, desde a extrema-direita europeia até ao extremista Erdogan, todos estão ao lado da destruição da UE.
   
Despacho do Diretor-Geral do Palheiro: «»

 Haja alguém de Massamá capaz de ganhar!
   
«O Real Massamá voltou a ser protagonista de mais um eliminatória da Taça de Portugal. Depois de eliminar o Arouca, o clube da Linha de Sintra derrotou o Olhanense, por 2-0 e seguiu para os oitavos de final da prova rainha em Portugal.

Fabio Sabry marcou aos 29 minutos o primeiro golo do jogo e Ruben, logo no início da segunda parte, fez o segundo golo.

Esta é a primeira vez que o Real Massamá atinge esta fase da competição. Depois de eliminar duas equipas dos escalões profissionais, até onde pode ir o sonho do Real?» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

E ainda bem que não é o famoso "homem de Massamá".
   
Despacho do Diretor-Geral do Palheiro: «Pergunte-se aop califa local se é adepto ou se em futebol é mais a dar para o republicano.»

blog comments powered by Disqus