quinta-feira, junho 13, 2013

Jumento do Dia

  
Nuno Crato

Nuno Crato podia ter negociado de boa fé com os sindicatos mas em nome da defesa dos alunos optou pelo conflito.
 
nuno Crato podia ter optado por marcar a data dos exames seguindo a sugestão do sindicato e da comissão arbitral mas em nome do interesse dos alunos optou pelo confronto e por manter a data.
 
Em nome dos alunos Nuno Crato convoca todos os professores para as escolas forçando um a um a dizer que aderiu à greve, enquanto os alunos ficam à portas das salas na esperança de aparecerem professores que com receio da repressão tenham furado a greve. Se não aparecer ninguém regressam para casa sem saberem em que data poderá ser o exame.
 
Em nome dos alunos Nuno Crato lança todo o sistema de ensino numa imensa confusão.
 
Nuno Crato parece ter optado pela estratégia criminosa de em nome do interesse dos alunos prejudicar estes mesmos alunos de forma premeditada convencido de que desta forma pode atirar a opinião pública contra os professores. A estratégia de Nuno Crato é é própria de um ministro mas sim de um general que prepara uma guerra civil e o mais grave é que mesmo para aí que este e mais alguns ministros irresponsáveis parece estarem tentando levar o país.
 
O que Nuno Crato está a preparar para o dia 17 é um grande conflito nacional, oq eu Nuno Crato quer não é que se realizem exames, é que hajam confrontos entre professores e encarregados de educação, o que Nuno Crato quer é incendiar o sistema de ensino.

«O ministro da Educação Nuno Crato garante que os exames nacionais de Português e Latim são no dia 17 de Junho e deu ordens às escolas para convocarem todos os docentes para a vigilância. No entanto, sobre os alunos que não possam fazer a prova parece não haver resolução preparada. Uma fonte do ministério disse ao Jornal de Notícias, que “soluções só na altura própria”.» [Notícias ao Minuto]
blog comments powered by Disqus