domingo, novembro 15, 2015

Semanada

 photo _Poncha_zpsetuaslpi.jpg

Cavaco tem estado a ouvir as forças vivas da sociedade, isto é, o pessoal da sueca da Quinta da Coelha, o homem das mocas da CAP, a associação das empresas familiares e outros., só ainda não se percebeu se Cavaco houve tudo aquilo que já sabe e sente ou se vão lá para combinar o que cada um dirá à saída à comunicação social. Regressado do descanso de umas férias na Madeira será de esperar que Cavaco ouça os que a Constituição manda ouvir, isso se não optar por antes encomendar uns pareceres aos constitucionalistas do costume para fazer aquilo que sempre fez quando chegou à presidência, reformar-se da vida politica deixando o seu partido no poder.
  
Talvez por estar a descansar Cavaco Silva optou por não fazer o que os presidentes dos países amigos da França fizeram, dar a  cara em sinal de solidariedade. Tendo em conta que a França é um país distante, que até é governado por um perigoso gajo de esquerda, Cavaco limitou-se a pedir ao pequenote que mandasse o comunicado do costume para as recepções.
  
Pior de Cavaco só as as comunicações do primeiro-ministro de Israel e do presidente Turco, aproveitaram-se do atentado de Paris para fazerem manifestações de solidariedade contra o terrorismo, sem referir o DAESH, tentando passar a mensagem de que matar palestinianos ou curdos é combater o terrorismo que atacou Paris.
  
Passos que andou uma semana a organizar comícios à porta fechada em salas de hotel fez o mesmo que Cavaco, quase ignorou os atentados de Paris, desapareceu, só não se sabe onde anda, mas é fácil de imaginar que estará a combinar as próximas intervenções públicas do homem da CAP ou a combinar a estratégia política com o pessoal do observador.
  
Resta-nos esperar que Cavaco não abuse das ponchas pois o país já está no limite da paciência com o seu comportamento errático e pouco adequado, mais aprecendo que sofre rigidez e debilidade intelectual.
blog comments powered by Disqus