sábado, janeiro 16, 2016

Umas no cravo e outras na ferradura



 Jumento do dia
    
Assis, organizador de jantarinhos de leitão assado

É lógico que Francisco Assis venha apoiar a sdua candidata presidencial, afinal ele chegou ao conforto de Estrasburgo no tempo de Seguro e Maria de Belém. Mas Assis fez mais do que apoiar Maria de Belém e atacou Sampaio da Nóvoa, o que também se compreende, para o pessoal dos leitões não está em causa uma eleição presidencial, o que ele pretendem é vingar-se de António Costa e foi para isso que nasceu a candidatura de Maria de Belém.

Não é condenável que uma facção de um partido se esqueçºa do que está em causa para usar as eleições presidenciais nas suas lutas internas, há muito que os portugueses estão habituados a ser governados por governos de direita por causa desta lógica de pequenos senhores da guerra do PS. Mas Assis poderia ter sido mais honesto ao atacar Sampaio da Nóvoa e ao referir outros militantes do seu partido.

Ao vir defender Maria de Belém por não ter pedido a inconstitucionalidade de medidas do governo de Passos Coelho compara o seu comportamento ao de alguns deputados apoiantes de António Costa. Assis não está a ser honesto, ele sabe muito bem que a direcção do PS, a que Maria de Belém pertencia, era contra aquele pedido e tudo fez para o impedir. Assis sabe muito bem que a liderança do PS tudo fez para ajudar Passos Coelho a acabar com os subsídios de férias e de Natal dos funcionários públicos. Para o caso de não se recordar, porque isto de comer muito leitão assado pode prejudicar a memória, aqui fica um extracto de uma nótícia publicada no jornal "i":

«A direcção do PS está a tentar evitar que o Orçamento do Estado para 2012 seja enviado para o Tribunal Constitucional (TC) pela mão dos socialistas, mas há um grupo na bancada que resiste. Trata-se de deputados que insistem que o corte dos subsídios de férias e de Natal é inconstitucional e que, perante a posição oficial socialista, argumentam que o pedido de fiscalização sucessiva ao TC é uma iniciativa individual dos deputados de que não querem abrir mão.

“Tenho a visão de que esta iniciativa se coloca como um dever àqueles que estejam convencidos da inconstitucionalidade dessas medidas”, diz ao i o ex-ministro da Justiça Alberto Costa, lembrando que “é uma prerrogativa individual dos deputados configurada na Constituição”. No mesmo sentido, Vitalino Canas diz ao i que já está mesmo a ser elaborado um texto e o passo seguinte é verificar se é possível ou não reunir as 23 assinaturas necessárias. O deputado socialista considera “compreensível” a posição da direcção da bancada, mas lembra que “os deputados sempre exerceram esse direito de forma livre”.

O assunto está a preocupar a direcção do grupo parlamentar, que ontem de manhã condenou publicamente a iniciativa destes deputados socialistas. “Discordamos dessa atitude”, diz ao i o vice-presidente da bancada parlamentar José Junqueiro, sustentando que “após a abstenção do PS no Orçamento isso não teria lógica nenhuma”. A direcção da bancada entende que levantar dúvidas sobre a constitucionalidade do Orçamento não é coerente com a posição que os socialistas assumiram na votação do documento. “Se tivéssemos dúvidas não poderíamos ter--nos abstido”, sustenta ainda o vice-presidente da bancada Basílio Horta.

Certo é que os deputados socialistas estão divididos e se joga nos bastidores um compromisso entre aqueles que defendem a inconstitucionalidade e a direcção do partido. O líder parlamentar, Carlos Zorrinho, reuniu-se ontem durante a manhã com Vitalino Canas, mas aparentemente só um fracasso na recolha de assinaturas pode demover estes deputados.»
  
Seria bom que o debate político fosse feito com um mínimo de austeridade, mas quando se debate desta forma dentro de um partido imagine-se quando for com adversários de outros partidos.

 Marcelo caracterizado para filme de terror?

 photo _ET_zpsra2djiql.jpg

 Os pilotos e a 2.ª Circular

 photo _ganso_zpsrhrc81cm.jpg

Parece que os sindicalistas dos pilotos da aviação civil andam irritados com a CML porque não os ouviu a propósito das obras na 2.ª Circular e estão em pânico não vá algum avião cair e até recordam o caso do avião que amarou no rio Hudson depois de os seus reactores terem "engolido" algumas aves.

Mas os pilotos esqueceram-se de um pequeno pormenor, que as aves que levaram ao acidente nos EUA não foram propriamente os nossos fuinhas ou melros, foram gansos-do-Canadá, uma ave que pode chegar a ter uma envergadura de 1,75 m e 6,5 kg de peso. O voo 1549 com destino à Carolina do Norte engoliu um bando gansos-do-Canadá e como dizem os pilotos foi na descolagem, mas esquecem-se de dizer que o acidente ocorreu a 980 metros de altitude, isto é, se tivesse sucedido em Lisboa o avião já estaria algures para lá do Rio Tejo.

É bom recordar que em Lisboa não há gansos-do-Canadá, mas sobre o Tejo e a 980 metros já poderão ser encontradas aves de alguma dimensão como flamingos, patos ou garças, pelo que esperemos que não de lembrem de pedir a desertificação num raio de 20 km em redor do aeroporto.

Quando vemos um piloto lançar o pânico dizendo que num raio de 6 km está em causa a segurança aérea dá vontade de rir, mesmo colado ao aeroporto está a Quinta das Conchas, esperemos que não venham exigir que todas as árvores desse parque sejam abatidas,m tarefa que, aliás, tem vindo a ser feita mesmo sem preocupação com os aviões.

      
 Maria Luís prejudicou o país
   
«A Comissão Europeia propôs ao anterior Governo uma solução para o Banif, em Dezembro de 2014, que permitiria resolver rapidamente o problema do banco, com os activos “tóxicos” a serem colocados num veículo especial e o negócio saudável a ser vendido de forma gradual, revela uma carta a que o Económico teve acesso.

Segundo o documento da Comissão, a solução permitiria "recuperar totalmente a ajuda concedida pelo Estado ou pelo menos remunerá-la adequadamente", numa referência aos 825 milhões de euros que o Tesouro tinha injectado no Banif.» [DE]
   
Parecer:

Que grande incompetente.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Vomite-se.»

   
   
 photo Ermolitskii-Alexander-1_zpslcxp4tww.jpg

 photo Ermolitskii-Alexander-3_zps2htub26w.jpg

 photo Ermolitskii-Alexander-5_zpsrzpquvjc.jpg

 photo Ermolitskii-Alexander-4_zps2najez7r.jpg

 photo Ermolitskii-Alexander-2_zps1upkdayg.jpg
  
blog comments powered by Disqus