terça-feira, janeiro 19, 2016

Umas no cravo e outras na ferradura



   Foto Jumento


 photo _flores1_zpsrovakevs.jpg

Flores do Parque da Bela Vista, Lisboa
  
 Jumento do dia
    
Maria de Belém

É cada vez mais óbvio que a campanha de Maria de Belém não visa uma vitória nas presidenciais, para ela uma vitória é ter mais votos doq ue Sampaio da Nóvoa porque quer transformar estas eleições uma segunda volta das directas do PS. O ambiente de crispação é cada vez maior com Maria de Belém e os seus apoiantes a fixarem-se unicamente em Sampaio da Nóvoa ao mesmo tempo que a luta passa para o interior do PS.

Ao elogiar Almeida Santos como sendo o maior socialista vivo ignorando Mário Soares porque não apoiou Maria de Belém mostra um lado mesquinho que tem escondido ao longo dos anos, a imagem de santinha está a dar lugar a uma política velhaca que respeita pouco os que não a apoiam. No desespero o discurso de Maria de Belém é mais um discurso para dividir o partido do que para conseguir votos.
 
O mais caricato deste discurso desesperado de Maria de Belém está em ignorar que não é ela a única militante do PS que está a concorrer nestas presidenciais e segundo os valores do PS ela não ´+e mais do que o Tino de Rãs.

«E isto porque, argumentou, consegue alcançar "um espetro mais alargado" do eleitorado do que Sampaio da Nóvoa dado o seu longo currículo político e qualidades de "tranquilidade, sensibilidade e sensatez". Quanto ao ex-reitor, acrescenta, "não sabemos como vai desempenhar" o cargo em Belém porque nunca na vida teve um cargo político.

"Era o que faltava que fosse mais importante apoiar um independente do que um socialista", disse. Garantiu logo de seguida que a qualidade de militante do PS não lhe tira independência para ser presidente ("não são coisas incompatíveis").

"Evidentemente que eu, pelo facto de ser socialista, não posso ser considerada como menos digna do apoio dos socialistas, era só o que faltava, que agora fosse mais importante apoiar independentes do que socialistas e que os militantes socialistas tivessem de ficar para trás, não havendo nenhuma razão para que isso aconteça", disse.

Naquele que foi o discurso mais duro que até agora fez na campanha, a candidata sublinhou que pelo facto de ser militante socialista não pode ser considerada menos digna do apoio dos próprios socialistas ou discriminada.

"Evidentemente que eu, pelo facto de ser socialista, não posso ser considerada como menos digna do apoio dos socialistas, era só o que faltava, que agora fosse mais importante apoiar independentes do que socialistas e que os militantes socialistas tivessem de ficar para trás, não havendo nenhuma razão para que isso aconteça", disse.» [DN]

«O fundador do PS Alfredo Barroso entra em polémica com Maria de Belém e acusa a candidata à presidência da República de insultar Mário Soares por ter afirmado que Almeida Santos é "porventura o maior de todos os socialistas vivos".

Alfredo Barroso classifica a afirmação da ex-ministra da Saúde como “estúpida” e “vergonhosa” e apela a “todos os socialistas convictos, para que nem um só dê o seu voto a uma candidata a Presidente da República capaz de tamanha canalhice, que de socialista não tem absolutamente nada e que sempre se encostou vergonhosamente à Igreja, às grandes empresas do setor da saúde e à direita reacionária para fazer pela vida”.» [i]
  
 Dúvidas que me atormentam
  
A que investimentos feitos em Portugal se refere Cavaco Silva quando diz que são estes os verdadeiros motores da economia? Tanto quanto sei os últimos efeitos dignos de serem um motor do que quer que seja foram realizados antes do governo desejado por Cavaco Silva. Já era tempo deste Cavaco se deixar de banalidades manhosas.

      
 Marcelo, o único com obra feita: ele próprio!
   
«Em novembro, Cavaco Silva foi à Madeira e, como era sua obrigação de hóspede, foi simpático: "Vocês têm uma banana maior e mais saborosa." Cavaco, apesar da lenda, erra muito: a banana madeirense é conhecida por não ser grande. Na semana passada, Marcelo Rebelo de Sousa, durante a campanha pelo Funchal, aproveitou para levar a conversa para bananas e disse, matreiro: "A da Madeira é mais pequena e mais saborosa." Um jornal, logo a seguir ao episódio, sentenciou: "De política falou-se pouco." Tolice. Marcelo não faz outra coisa. Há dias, cruzou-se com o autocolante "Marcelo é fixe!" e, embora mostrando-se surpreso (e, se calhar, estava), Marcelo não deixou de dizer para os distraídos: "Foi na campanha de Mário Soares que apareceu um autocolante assim, não foi?" Política, Marcelo não faz outra coisa. Por estar convicto de que tem a direita segura, faz piscares de olho à esquerda. Apesar de Passos ter apelado ao voto nele, Marcelo insistiu, ontem: o governo Costa é para quatro anos... Cata-vento? Hoje, mais parece uma estátua firme, voltada para uma data: o próximo domingo. Essa coerência ninguém lha tira. Aliás, nestas presidenciais, ele é o único que tem obra feita: ele próprio, o candidato Marcelo. O resto, amadores. Quanto a ele, esta proeza: correligionários que votam nele com dúvidas e adversários que não veem nele um mal maior. Um pouco de mal com os seus, para ganhar um pouco de bem dos outros...» [DN]
   
Autor:

Ferreira Fernandes.

      
 Troika tem agenda de ocasião
   
«Segundo apurou o Diário de Notícias, as instâncias internacionais estão convencidas de que Portugal está mal no que toca ao investimento: a subida de 5,6% em 2015 vai contrabalançar com uma descida de 3,9% em 2016. E também a taxa de investimento está em mínimos (2,2% do PIB).

Além disso, considera a troika que é difícil despedir trabalhadores (o que trava investimentos), a formação de salários mantém-se centralizada devido à contratação coletiva, a burocracia dos licenciamentos comerciais é labiríntica e as qualificações das pessoas são desadequadas.

Segundo o documento, há aspetos a apontar também aos impostos, que privilegiam o recurso à dívida em detrimento do capital em forma de ações, além de as regras vigentes no setor portuário e na grande distribuição e retalho barrarem a entrada de novos concorrentes.» [Notícias ao Minuto]
   
Parecer:

N ada mudou na área portuária pelo que a preocupação da Troika com as regras deste sector significa que as organizações internacionais navegam à vista e andam a ler os jornais para saber que exigências devem fazer. Não será isto incompetência técnica?
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Pergunte-se à Troika.»
  
 De ir ao vómito
   
«O fundador do PS Alfredo Barroso entra em polémica com Maria de Belém e acusa a candidata à presidência da República de insultar Mário Soares por ter afirmado que Almeida Santos é "porventura o maior de todos os socialistas vivos".

Alfredo Barroso classifica a afirmação da ex-ministra da Saúde como “estúpida” e “vergonhosa” e apela a “todos os socialistas convictos, para que nem um só dê o seu voto a uma candidata a Presidente da República capaz de tamanha canalhice, que de socialista não tem absolutamente nada e que sempre se encostou vergonhosamente à Igreja, às grandes empresas do setor da saúde e à direita reacionária para fazer pela vida”.» [i]
   
Parecer:
Esta senhora é bem mais  velhaca do que imaginava.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «»

 Maria de Belém tem razão
   
«O Ministério dos Negócios Estrangeiros comprou um faqueiro por quase cem mil euros. A informação está publicada no site Base de Contratos Públicos online (BASE) desde dia 13 deste mês, e segundo o contrato, a aquisição foi feita em dezembro de 2015. O mesmo documento mostra que se tratou da aquisição parcial de um faqueiro D. João V e que custou 74.778 euros acrescido de IVA, ou seja, quase 100 mil euros.

De acordo com a SIC, a encomenda incluiu três conjuntos de carne, dois de peixe, dois de sobremesa e um de salada, num total de mais de mil peças. Mas essa informação não consta do contrato.» [DN]
   
Parecer:

Em evz de comprar faqueiros caros o ministério dos Negócios Estrangheiros devia organizar as suas jantaradas diplomática na "sopa dos pobres" porque o que está a dar é a pelintrive.
   
Despacho do Director-Geral do Palheiro: «Sigam-se as propostas pelintras de Maria de Belém.»
  

   
   
 photo CalleArtmark-3_zps85aezqno.jpg

 photo CalleArtmark-5_zpskglumfqy.jpg

 photo CalleArtmark-1_zpsaoryikba.jpg

 photo CalleArtmark-4_zpsprtsovph.jpg

 photo CalleArtmark-2_zpsccds5lok.jpg
  
blog comments powered by Disqus